terça-feira, 9 de outubro de 2018

O Esqueleto das Coisas (por JJ Marreiro)












Todo mundo sabe que a principal função do esqueleto é derrotar o He-man... ops! Todo mundo sabe o esqueleto é a base estrutural do corpo humano servindo à sustentação, proteção e locomoção. Uma casa é erguida sobre um alicerce (sua estrutura de sustentação). Quase tudo que desenhamos possui uma base estrutural e esta base nos ajuda a fazer com que o resultado do desenho seja mais consistente.

O esboço é uma estrutura de desenho. Normalmente realizado com linhas soltas, descompromissadas, principalmente porque ao longo do esboço algumas descobertas podem ser feitas e ali o rumo do desenho pode ser repensado.

À partir do domínio da estrutura o artista pode criar infinitas poses e ângulos para aquilo que vai desenhar. Coisas complexas podem se tornar extremamente simples à partir de uma maior percepção estrutural.

Uma maneira de praticar a percepção da estrutura é usar papel de seda ou papel vegetal ou uma mesa de luz. O ideal para este estudo é usar fotografias de revistas, jornais etc. A foto é ideal para esta prática porque é uma representação muito próxima do real, a princípio as fotos não sofrem as estilizações artísticas que ocorrem nos desenhos (principalmente de quadrinhos).

Então primeiro vamos entender como é a estrutura de um corpo humano para o desenho. Ela é, mal comparando, semelhante ao famoso bonequinho palito que se vê na escola desde a infância. No entanto os tamanhos de braços e pernas são guiados pela proporção de uma anatomia correta. E todas as articulações são marcadas por pequenos círculos.


























Agora selecione uma série de imagens do seu agrado (repetindo: fotos de revistas ou jornais são o ideal, mas vc pode pegar material em bancos de imagem e imprimir). O objetivo deste exercício é refinar seu olhar fazendo perceber as estruturas do corpo humano ou de objetos e em meio a isso sua percepção de anatomia também será trabalhada. Sobreponha o papel transparente sobre a imagem e trace (levemente) a estrutura do esqueleto simplificado ou as formas básicas, se fizer cada estrutura em uma folha distinta terá um melhor resultado para visualização. Após praticar algumas vezes e entender direitinho os esquemas você pode ir pro próximo nível e fazer o mesmo exercício apenas de observação. Veja abaixo dois exemplos de traçados estruturais.




















Este exercício pode ser feito com imagens de cidades e cenários diversos, equipamentos, utensílios, objetos de casa, veículos, animais etc etc etc. Além da percepção de proporção, tridimensionalidade e função estrutural este exercício também ajudará a treinar sua coordenação motora e sua atenção. Está dada a dica. Agora é com você.

Para mais dicas de produção, incluindo download de livros de desenho e arte, clique no link abaixo desta matéria.











http://laboratorioespacial.blogspot.com/p/blog-page.html