domingo, 13 de novembro de 2016

STAR TREK por John Byrne !




X-Men, Quarteto Fantástico, Mulher-Hulk, Vingadores, Homem-Aranha, Hulk, Namor, Tropa Alfa, Liga da Justiça, Novos Deuses, Homem de Ferro, Capitão América, Superman, Batman, Mulher-Maravilha, Patrulha do Destino... Desenhar as revistas de cada um desses personagens já seria um grande feito para qualquer artista, desenhar e escrevê-los então seria um feito no mínimo Fantástico. Agora, desenhá-los, escrevê-los, marcar época com suas histórias, levá-los do descaso total ao topo das vendas e renovar personagens esquecidos tornando-os preferidos entre os leitores, sem dúvida não é um feito simples de realizar. E isto é o que John Byrne faz melhor.

Os quadrinhos de Star Trek sempre foram dirigidos aos fãs, com o público em geral deixado à margem do processo, John Byrne foi à IDW publishing para mudar esse cenário, levando uma narrativa gráfica dinâmica, um traço firme e preciso como há tempos não se via em seu trabalho e sobretudo – a coisa mais importante para uma HQ – excelentes histórias. Se o tema Star Trek pode afastar o leitor não iniciado, os temas de ficção científica na abordagem de Byrne garantem a boa leitura mesmo para não-trekers. Um cuidado esmerado com cenários, figurinos e design de naves e personagens é patente, assim como a fidelidade aos preceitos básicos da série e o encadeamento de fatos que não contradizem nem os episódios clássicos da TV nem os filmes. Alguns roteiristas podem deslizar na vasta quantidade de informações quem compõem o universo Star Trek, Byrne tira isso de letra seja por conta se suas pesquisas refinadas, seja por sua memória de fã.



Star Trek Assigment: Earth explora os personagens e fatos apresentados no episódio 26 (temporada 2) da séria clássica. Gary Seven é o supervisor 194, um visitante misterioso cuja missão é treinar a humana Roberta Lincoln para que o planeta Terra seja salvo do terrível destino que é a auto-aniquilição. A premissa apresentada no episódio original era uma idéia de Gene Roddenberry (criador de Star Trek) para toda uma série que acabou não acontecendo. John Byrne retoma o tema de onde Roddenberry parou e mostra o que poderia ter rendido as aventuras do supervisor 194.

Star Trek Crew narra acontecimentos prévios à formação da tripulação da Enterprise comandada por Cristopher Pike. Acompanhamos um dos personagens de seus dias de cadete até o oficialato na Frota Estelar em meio a aventuras exploratórias dentro do espírito da série, mas com os recursos de produção e efeitos especiais ilimitados (como só é possível nos quadrinhos).

Em Leonard McCoy Frontier Doctor acompanhamos uma série de 4 edições onde um médico ranzinza (e genial) coordena atendimentos emergenciais nos mais inusitados planetas enfrentando choques culturais, burocracia e a má vontade dos governantes para realizar a missão de salvar vidas, o que por si só já não é nada simples.

Romulans é um título que se aprofunda nas conspirações e maquinações romulanas, a luta pelo poder, sua organização social seu caráter obsessivo e sua relação com os Klingons. Byrne une nessa tramas elementos e eventos desenvolvidos por ele nas outras revistas de Star Trek.

A personagem Número 1, interpretada por Marjel Barret Rodenberry na série clássica, pode ser vista como um fio condutor para a trama, em alguns momentos aparecendo como protagonista e em outros como coadjuvante. Spock e Kirk aparecem apenas em figurações ou em segundo plano, liberando o leitor para aproveitar melhor todo o universo de fatos e personagens apresentados ao longo da saga.
















A afinidade de Byrne com Star Trek e a repercussão extremamente positiva de seu trabalho levou a editora a lançar a série Star Trek New Visions, onde o autor revisita episódios clássicos e cria episódios novos das aventuras de Kirk-Spock-MacCoy por meio de fotonovelas. Links para parte deste material estão no fim da matéria (Nota do Editor: não nos responsabilizamos por links cujo material não esteja mais online, na dúvida google it).

No Brasil a Devir Editora tem publicado alguns quadrinhos de Star Trek, mas nenhum, absolutamente nenhum, com o peso e importância dessas séries produzidas por Byrne, um mestre da arte sequencial, um dos artistas mais sólidos e tradicionais do mercado de quadrinhos, odiado por uns, amado por outros, mas sobretudo: um espetacular contador de histórias.



http://laboratorioespacial.blogspot.com.br/2015/11/jornada-de-volta-tv.html
MAIS:
STAR TREK New Visions
(fotonovela by John Byrne)
Links p/ Download:
McCoy Médico sem Fronteira (download das edições em português)
Quadritrek: Um dos maiores bancos de dados de Trek HQS da web
Star Trek Crew: Star Trek - A Tripulante

http://laboratorioespacial.blogspot.com.br/2015/11/jornada-nas-estrelas-resumo-da-opera.html







Nenhum comentário:

Postar um comentário