segunda-feira, 27 de maio de 2019

Acabou Game of Thrones! (SEM Spoilers)

























Uns amaram e outros odiaram. Exatamente como manda a regra das redes sociais. E agora? Game of Thrones será lembrado e celebrado apaixonadamente como Star Trek ou entrará para a lista de assuntos esquecidos como LOST?

Desde os anos de 1990 algumas séries de TV tem adotado o formato "novelinha", com direito a gancho para o próximo capítulo. Se por um lado esse recurso prende a atenção do espectador e o deixa vibrando, o excesso de reviravoltas e o nível de complexidade e detalhamento das relações e conspirações (que não deixam de ser bem construídos e fascinantes) são um exercício de memória para o fã. Ah! Esses produtos não visam o público comum, o espectador ocasional, mas visam sim um público cativo que vista a camisa e abrace a série de modo muitas vezes apaixonado. A questão é a memória desses detalhes e desses níveis de complexidade. Em séries fechadas você tem episódios que são quase pequenos filmes, já nesse formato folhetim você tem assuntos e temas esticados (quase sempre) de maneira forçada. São tantas viradas que fica impossível lembrar na quinta temporada detalhes de fatos ocorridos na segunda ou terceira temporada.



As séries de episódios fechados, lá nos anos de 1960 se encerravam quando a audiência caía e simplesmente não se produzia novos episódios. Não havia uma celebração , um evento, para marcar o Final da série. As séries simplesmente deixavam de ter episódios novos. Com a evolução dos formatos  de produção e distribuição tudo mudou. E hoje a reclamação é sobre finais "pífios".

Curiosamente as Histórias em Quadrinhos tem trilhado caminho semelhante esquecendo o leitor ocasional em função dos fanboys e colecionadores. Uma marca do tempo que está sempre mudando e propondo novas visões ou releituras... Ah, sim, "releituras" porque vejam só: nos anos de 1930/40 os serials (seriados das matinês) tinham o exato formato novelinha/folhetim que hoje prolifera nas TVs a cabo e serviços de streaming.

Nenhum comentário:

Postar um comentário