quinta-feira, 20 de agosto de 2015

R.F.Lucchetti, O Mestre do Terror com nova coleção e uma série animada!


Recentemente o renomado escritor e roteirista Rubens Francisco Lucchetti começou a relançar vários sucessos seus através do selo Corvo do Grupo Editorial ACP e também pela Editora Devaneio. O primeiro número do selo Editorial Corvo foi As Máscaras do Pavor que saiu o final do ano passado que fará parte da Coleção R.F.Lucchetti.

Logo no final do livro, já havia sido anunciado o próximo volume O Museu dos Horrores, inclusive com uma prévia do primeiro capítulo.  A coleção havia prometido ter 15 títulos, no entanto até o presente momento nada mais havia sido divulgado. Isso até essa semana.



Ontem, 19 de agosto, o mestre Lucchetti (como é carinhosamente chamado pelos fãs) e seu filho também escritor Marco Aurélio reuniram-se com o pessoal da Editorial Corvo para decidir quais seriam os quinze títulos da Coleção R. F Lucchetti. Segundo o mestre, cada um deles irá enfocar um tema específico do Horror, do Suspense, do Policial e do Fantástico.
Os quinze títulos e seus respectivos temas serão:

1 - As Máscaras do Pavor – (já publicado) o thriller (na história, tudo é um jogo de aparências, em que nada é o que parece ser);

2 - O Museu dos Horrores - os monstros (o Lobisomem, Drácula e o Monstro de Frankenstein);

3 - O Abominável Dr. Zola - o cientista maluco;

4 - Os Amantes da Sra. Powers - o noir, em que proliferam as narrativas repletas de reviravoltas;

5 - Os Olhos do Vampiro - o vampirismo;

6 - Rachel - as mulheres-vampiros;

7 - O Emissário de Satã - o satanismo;

8 - Gênesis, Depois do Fim - a ficção científica apocalíptica;

9 - No Domínio do Mistério - o misticismo;

10 - Cherchez la Femme! (Procure a Mulher!) - as femmes fatales;

11 - Uma Loura à Janela - os detetives particulares;

12 - Nasce uma Lenda - Rei Arthur e Merlin:

13 - O Fantasma da Prima Lavínia - os fantasmas;

14 - A Filha das Trevas - a bruxaria;

15 - O Fantasma de Greenstock - o gótico.

Além desses quinze títulos, haverá um volume extra, com uma trama inédita O Lago Maldito  que está sendo escrita a quatro mãos com o filho Marco Aurélio e que tem como tema os zumbis.

O volume 2  O Museu dos Horrores acaba de chegar hoje da gráfica e já está disponível para a venda no site da editora. O objetivo é publicar um título novo a cada quatro ou cinco meses.

E brevemente também teremos a série animada Fantasmagorias de R. F Lucchetti baseada nos contos de Lucchetti produzida pelo Graphicinema – estúdio de animação. O primeiro episódio será O Sino de Montebello. Na página do estúdio no Facebook poderá ser acompanhada toda a produção com making of, artes conceituais, vídeos etc.

Esta mesma trama já havia sido adaptada para um curta com atores que seria o primeiro de uma série na Web denominada Histórias do Corvo, mas que infelizmente acabou não sendo realizada.

 Esse primeiro episódio encontra-se disponível no Youtube com o título Sino de Natal – Histórias do Corvo.

O título Fantasmagorias vem de um livro do autor, uma antologia de contos fantásticos, de suspense e terror organizados pelo filho Marco Aurélio e ilustrados pelo artista Emir Ribeiro. Fantasmagorias pode ser adquirido no Facebook do própiro autor via mensagem inbox .



Já considerado uma lenda viva, mestre do terror e da literatura pulp no Brasil, o paulista de Santa Rita do Passa Quatro Rubens Francisco Lucchetti que vive modestamente na cidade de Jardinópolis  no interior de São Paulo, está entre os mais conceituados escritores do país e até mesmo do mundo. E não é para menos. Lucchetti é autor de mais de 1.500 livros, mais de 300 roteiros para HQs, 25 roteiros para o cinema, 30 seriados de rádio e por aí vai. Currículo dificilmente alcançado por outro escritor se é que existe algum que se aproximou dele nesses quesitos.

Além do título merecido de mestre do terror, Lucchetti foi o introdutor da literatura pulp no Brasil, vem daí seu título. O roteirista preferido do cineasta Ivan Cardoso e José Mojica Marins ajudou a moldar a personalidade do personagem de filmes de terror Zé do Caixão.  Já tendo ganho um Kikito  no Festival de Cinema de Gramado (prêmio máximo nacional concedido nesse evento). E também um Troféu HQ Mix na categoria Grande Mestre.



No final do ano passado foi citado pelo The New York Times com o título: A Human Pulp-Fiction Factory Becomes a Cult Hero ( A Fábrica Humana de Literatura Pulp Torna-se um Herói Cult). Também tivemos uma matéria no Caderno de Cultura do Estadão, na revista Isto é e constantes páginas sobre o mestre no blog do Uol e demais blogs e sites na web.


Nós do Laboratório Espacial desejamos vida longa e próspera ao mestre Luccheti e sua obra!




MAIS: 


Um comentário: